28 de dez de 2014

Mente indivisa

DISCIPULADO
Livro: O sermão do monte
11ª Aula - Mateus 6:24-34


Em determinado tempo na vida do povo de Israel, o rei da Assíria repovoou Samaria com pagãos de outras terras, de maneira que as pessoas passaram a prestar um culto formal a Deus, adorando ainda seus deuses antigos e imagens esculpidas (2 Rs. 17:28).

No meio cristão ainda vemos semelhança com aquele povo, com a prestação de um culto puramente exterior, mas no interior da alma, pessoas totalmente longe de Deus. Por isso, Cristo já nos alerta nessa passagem do Evangelho de Mateus que ninguém pode servir a dois senhores, pois em algum momento se apegará a uma das partes e desprezará a outra.


Dando como exemplo, Jesus afirma que não dá para servir a Deus e a Mamom, um deus pagão, que presidia os ricos, que simbolizava tudo o que é adquirido com dinheiro, incluindo tranquilidade, honra e prazer sexual.

Escolhendo a Mamon: O que é servi-lo

1. Confiar nas riquezas: acreditar que é através dele que se adquire todas as coisas e se obtém o próprio socorro pelo qual se espera ser confortado nas adversidades.

2. Amar o mundo: colocar a alegria nas coisas terrenas, repousando nesses bens passageiros.

3. Conformar-se com o mundo: ter uma mente sensual, sendo obstinado, amante desordenado de si mesmo, desejando as honras dos homens e ter o prazer nelas.

4. Obedecer ao mundo: conformar-se exteriormente a seus princípios e costumes, andando como as demais pessoas, no caminho largo, suave e gasto. Fazendo a vontade da carne e da mente.

Escolhendo a Deus: O que é servi-Lo

1. Crer: o fundamento verdadeiro para servir a Deus é crer, o que implica confiar nEle com toda a força, usando todas as coisas como meios de ter prazer nEle.

2. Amá-Lo: é desejar a Deus pelo que Ele é, não apenas o buscando, mas encontrando nEle a felicidade.

3. Imitá-Lo: um cristão da igreja primitiva disse: “O melhor culto ou serviço a Deus é imitar a quem você cultua”. Ora, se Deus é amor, assim, os que se tornam semelhantes a Ele, são tão misericordiosos, bondosos, benevolentes e compassíveis com todas as pessoas.

4. Obedecê-Lo: guardar os seus mandamentos e realizar zelosamente tudo o que Ele ordenou, o que inclui evitar cuidadosamente tudo o que Ele proibiu.

Agora podemos ver porque é impossível seguir a dois senhores. Em qualquer área na qual se sirva a um, necessariamente renunciará ao outro. Jesus nos mostra a direção ao caminho certo: escolher seguir a Deus, pois assim, não precisaremos andar ansiosos por coisa alguma, pois Ele cuida dos seus. E cuida de cada detalhe: com o comer, o beber, o vestir... Os pagãos é que correm atrás dessas coisas, pois aos servos de Deus, nada lhes falta. Portanto, não devemos nos preocupar com o amanhã, pois talvez esse tempo nunca chegue, mas se chegar, não trará preocupações, pois Cristo nos sustenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário