28 de dez de 2014

Falsos profetas

DISCIPULADO
Livro: O sermão do monte
14ª Aula - Mateus 7:15-20


Ao longo de toda a história da humanidade, Satanás tem levantado pessoas, aparentemente semelhantes aos homens de Deus, para confundir e tirar a credibilidade do povo cristão.

No entanto, para proteger o máximo possível contra esse contágio que se dissemina, o Senhor tem também levantado ministros íntegros, para clamar e mostrar ao povo os perigos que está correndo. Ministros que, em suas sucessivas gerações, indicam o caminho estreito ao povo e exortam a não se conformarem com este mundo. E juntos, joio e trigo, crescem, uns para a perdição e outros para a glorificação.


Para reconhecer o trigo, é necessário discernimento e conhecimento da Palavra verdadeira, pois os embaixadores de Satanás são muito semelhantes em atitudes exteriores. Vejamos alguns pontos para reconhecermos.

Quem são os falsos profetas

Falsos profetas são os que ensinam um caminho falso para o céu, que afirmam ser uma conquista fácil, um caminho amplo, que muitos andam. Que deturpam as Escrituras e vêem vestidos de peles de ovelhas, de maneira suave e inofensiva, mas por dentro são lobos devoradores. Além disso, surgem com aparência de religião, fingem amor e comprometimento com a igreja, mas, na realidade, só querem ser beneficiados por ela.

Jesus nos mostra uma maneira fácil de reconhecê-los: pelos seus frutos. Os verdadeiros profetas são pessoas humildes, gentis, pacientes, amantes de Deus e zelosos de boas obras. Buscam andar como Cristo andou. Um falso profeta somente consegue produzir pecado e perversidade.

Atitude cristã 

Tome cuidado para não considerar os falsos profetas levianamente. Cuide de não julgar racionalmente. Quando tiver uma prova de que alguém é um falso profeta, não ocupe seu coração com raiva ou desprezo. Na presença e no temor de Deus, determine o curso a seguir. Afaste-se e só ouça o que for proveitoso para seu crescimento espiritual. Esteja alerto à doutrina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário