24 de jul de 2012

Três fases de uma igreja na unção do Espírito Santo

“Com isto, o deixou o diabo, e eis que vieram anjos e o serviram”. Mt. 4:11

18 anos da Igreja Quadrangular Parque das Nações 
Abertura: 22.07.2011 
Referência Bíblica: Mateus 4:1-11 
Preletor: Pr. Tony 
Texto: Elaine Lisbôa 

Pr. Tony durante a ministração da Palavra
Atualmente, o cristianismo tem sido pregado nas igrejas de maneira equivocada em relação à caminhada com Cristo. Facilmente nos deparamos com irmãos que acreditam no pecado estar relacionado diretamente às circunstâncias que estamos vivendo. Alguns chegam a afirmar que os problemas que enfrentamos, seja de saúde, financeiro ou familiar, são consequências de estarmos andando em desobediência a Deus (assim como os amigos de Jó falaram a ele na passagem de 4:1-21). No entanto, o Senhor Jesus tranquiliza os nossos corações a esse respeito quando mostra as dificuldades que enfrentou para permanecer no caminho e cumprir a profecia. 

A passagem que foi lida como referência na abertura do aniversário de nossa igreja, em comemoração aos 18 anos de trabalhos evangelísticos, descreve um momento singular vivenciado por Jesus que podemos relacionar à vida da igreja.

Ao voltarmos para o capítulo 3:13-17 de Mateus conferimos o batismo de Cristo, confirmado pelo Pai (“este é o meu filho amado, em quem me comprazo”) e pelo Espírito Santo (“… e viu o Espírito de Deus descendo como pomba”). Momento este de grande alegria, com a intensa presença de Deus. No entanto, na sequência, o Espírito de Deus conduz Jesus para o deserto. 

O Mestre já sabia que seria testado, pois havia se preparado para aquele momento, e isso é completamente perceptível ao ver Jesus vencer a tentação de Satanás por meio da Palavra de Deus. O diabo sabia os pontos que poderia atingir Jesus e instigá-Lo a abandonar o Plano Divino, mas o Messias estava revestido e suportou a tentação até o fim. Como recompensa, vemos no versículo 11 que Satanás teve que se retirar e os anjos de Deus serviram a Jesus.

Com este episódio descrito nas Escrituras podemos apontar pelo menos três fases que um cristão terá de enfrentar durante a sua jornada nesta Terra. Confira a seguir:

Primeira Fase: A prova 

Em algum momento da nossa caminhada com Deus teremos de passar por provas. Lutas e desafios serão colocados à nossa frente e não podemos nos enganar a esse respeito. Muitos, por não terem sido alertados previamente, chegam ao momento da prova completamente despreparados.

Quando chegar esse momento em sua vida, é necessário que você saiba: Deus não está querendo humilhá-lo, desprezá-lo, maltratá-lo ou afastá-lo, muito pelo contrário, no momento da prova Ele nos molda, nos torna mais parecidos com Ele e firma alianças intensas conosco.

“E [Deus] disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte”. 2 Coríntios 12:9-10. 

A escola de Deus se chama “Circunstâncias”. Ele nos dá provas surpresas, mas providencia o material de apoio para consulta. Anjos são enviados para nos proteger! Assim como Paulo falou à igreja de Corinto, quando nos sentimos fracos é que reconhecemos a sustentação do Pai e as providências divinas para não nos deixar passar por situações que não aguentaremos enfrentar.

Satanás sabia que Jesus estava passando pelo período de prova, e tentou se aproveitar disso, mas Cristo estava preparado para enfrentar o momento. Por isso, prepare-se! Muna-se da Palavra de Deus!

Segunda Fase: A tentação 

Quando Deus nos faz passar pelo momento da prova, Satanás logo em seguida nos oferece as tentações para nos desviar do caminho. Ele nos mostra o caminho mais fácil, o caminho da desobediência, do rancor, da prostituição, do adultério, das más conversações, das intrigas…

Esse processo é doloroso, porque são colocadas situações diante dos nossos olhos que desejamos! Satanás conhece o ser humano, e apresenta manjares segundo a nossa preferência.

Jesus foi tentado de todas as maneiras, desde uma porção de comida (visto que estava com fome), até o reino e a glória do mundo. Mas, como bem sabemos, o Senhor apunhalou o diabo com a espada da fé: a Palavra de Deus!

Terceira Fase: A honra 

Após passarmos por todas as dificuldades permanecendo fiéis ao nosso Deus, Ele nos recompensa com honra. Foi no ano da morte do rei Uzias, parente próximo de Isaías, que o profeta teve uma visão espetacular da glória de Deus.

Isaías viu um alto e sublime Trono, e o Senhor assentado sobre esse Trono, cujas vestes enchiam o Templo. Ao redor do Todo Poderoso havia serafins que diziam “Santo, Santo, Santo é o Senhor” e a presença de Deus fez com que as colunas do Templo tremessem.

Quando vencemos o período turbulento com a ajuda de Cristo, Ele nos aproxima da Sua presença. Por isso, querido irmão, fique firme, vença a luta e receba a recompensa do Senhor! Essa recompensa pode parecer demorada, mas não permita que isso o faça duvidar da presença de Deus na sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário