7 de jan de 2012

A unidade orgânica da igreja

Por Elaine Lisbôa
Ref. Bíblica: 1 Coríntios 12.

Diversos veículos de comunicação de grande porte divulgaram a informação da nova “classe de evangélicos” que surgiu: a dos “não praticantes”. Ela se refere às pessoas que creem, mas que não pertencem a nenhuma denominação. A igreja não está sendo mais parte importante na vida do cristão convertido, e isto prejudica todo o corpo de Cristo.

Na passagem de referência desta mensagem, o apóstolo Paulo fala sobre o papel de cada membro (o cristão) dentro do corpo (a igreja). Assim ele diz no versículo 14, “… o corpo não é um só membro, mas muitos” e continua apontando quão necessário é cada membro para que o corpo funcione perfeitamente. E todo esse trabalho em conjunto, segundo as Escrituras, é “para que não haja divisão no corpo; pelo contrário, cooperem os membros, com igual cuidado, em favor uns dos outros”.

A igreja, ou seja, o corpo deve ocupar na vida de cada salvo um papel extremamente importante. Quando lemos o livro de Atos, podemos observar a unidade do corpo na igreja primitiva. Esses irmãos se reuniam no templo todos os dias, muitos vendiam os seus bens para manter a obra, enviar missionários para as outras partes do mundo e cuidar daqueles que não tinham condições para sobreviver, de maneira que nenhum passava necessidade.

“E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. Em cada alma havia temor; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos. Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum. Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo os produtos entre todos, à medida que alguém tinha necessidade. Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia do povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos”. Atos 2:42-47.

A Palavra claramente mostra a importância da igreja para a obra como um todo, mas hoje qual a realidade que tem sido vista? O corpo de Cristo está esquartejado e em decadência, com muitos se desligando, prejudicando toda a obra. Paulo mostra em 1 Coríntios que “se um membro sofre, todos sofrem com ele” (vs. 26). A igreja precisa rever seus hábitos e costumes com urgência.

Cada cristão precisa entender a sua importância no corpo de Cristo. Imagine se o nosso olho não quisesse mais trabalhar, porque observa o umbigo aparentemente não fazendo nada. E se você for esse olho que está parando de trabalhar dentro da igreja? Imagine a falta que está fazendo! Você é precioso aos olhos do Senhor. Quando não participa dos trabalhos, o corpo fica debilitado e sobrecarregado.

Você está na igreja, porque Deus tem derramado graça sobre a sua vida, e isto para que trabalhe em conjunto com o corpo. Você nasceu para ter esse papel no corpo. Por isso, saiba quem você é na Palavra e exerça o seu chamado, desta maneira, passará a viver experiências novas com Deus e a crescer para a honra e glória dEle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário