13 de set de 2011

Definição dos Termos

CURSO TEOLÓGICO QUADRANGULAR - 3º SEMESTRE
1ª Aula – Apologética
Ministrada por: Diácono Paulo
Data: 07.08.2011

Apresentação

Estamos vivendo tempos difíceis com o surgimento de diversas religiões e falsas doutrinas, que nos cercam de todos os lados, nas ruas, escolas, faculdades, em nossa família e amigos e às vezes adentrando com sutileza até mesmo na igreja. Estamos correndo um sério risco em não conhecer esses movimentos e suas manobras de ludibriar às vezes até mesmo os escolhidos e seus familiares. Com isso, a pedido de nosso Pastor “Rico” apresento esse tema “Apologética (Seitas e Heresias)”, para que venha agregar conhecimento e valores aos nossos obreiros, para juntos ganharmos almas e “vacinarmos” a igreja contra essas investidas.


Apologética consiste na Defesa da Fé Cristã, essencial ferramenta de aprendizado para os obreiros, tanto para informarem os irmãos na Fé, mas também essencial para o evangelismo ao qual nos deparamos com os adeptos de seitas, assim estaremos preparados cada vez mais para o grande “Ide” (Mat 28.19) que o Senhor nos mandou, vamos aprender a responder com mansidão e temor a qualquer um que perguntar a razão da esperança que há em nós (IPe 3.15) e também estaremos prontos para defender a fé que nos foi confiada (Jd3).

Diácono Paulo.

Antes de começar vamos definir alguns termos:

Apologia significa “Discurso para justificar, defender ou louvar”, o texto de (IPe 3.15) no grego a palavra apologia é traduzida como “responder”. Trazendo a palavra para o contexto que vamos utilizar podemos definir Apologética Cristã como:

1. “Defesa da Fé Cristã”.
2. “Resposta a ataques contra a nossa Fé”.

Comentário: É necessário saber expor o Evangelho com mansidão e temor, sem desrespeitar as pessoas de outras crenças, mas explicar a razão da nossa fé e batalhar por ela.

Heresia e Seita, as duas palavras derivam do termo grego “háiresis”, que significa “escolha, partido tomado, corrente de pensamento, divisão (At 24.5)” etc. A palavra “háiresis” quando passada para o latim vira “secta”, então foi do latim que surgiu a palavra Seita.

Definição de Heresia:
“Distorção ou má interpretação de textos e doutrinas Cristã”

Definição de Seita:
“Um grupo de indivíduos reunidos em torno de uma interpretação erronia da bíblia, feita por uma ou mais pessoas”.

Como vamos usar esses dois termos?
“Seita é um grupo de pessoas e Heresia são as doutrinas anti-bíblicas apresentadas por esse grupo”.

Religião deriva do latim “religare” e significa “religar”, ”atar”. Podemos definir que:

1. “Religião é um determinado sistema de idéias, de fé e de culto”.
2. “Religião consiste em crenças e práticas organizadas, formando um sistema individual ou coletivo, por meio do qual uma pessoa ou um grupo de pessoas é influenciado”.
3. “Religião é tudo aquilo que ocupa o tempo e a devoção de alguém”.

Doutrina, deriva do latim “doctrina”, e significa “ensino”. Refere-se a qualquer tipo de ensino ou a um ensino especifico. Existem três formas de doutrinas:

1. Doutrina de Deus (At 13.12; 2.42; Tt 2.10).
2. Doutrina de homem (Mt 15.9; 16.12; Cl 2.22).
3. Doutrina de demônios (1 Tm 4.1).

A primeira é boa, mas as outras duas são danosas ao próprio homem. Esse é um dos motivos do surgimento dessas seitas e o crescimento de seus adeptos.

Duas observações importantes:

1° Precisamos saber o que não é apologética:

• Não é um meio de ofender e criticar as religiões.
• Não é um meio de pré-julgar as pessoas.
• Não é uma declaração de guerra contra as religiões.

2° Estamos em um país que existe uma constituição que nos garante direitos e deveres. (Art 5º inciso VI) “é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias;”

• Todos são livres para professar a crença que quiser.
• Todos são livres para defender o que crêem.
• No tempo da igreja primitiva era proibido se expressar (At 4.1-3).
• Hoje, dependendo do país continua sendo proibido (é o caso dos países islâmicos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário