18 de jun de 2011

Livro de Josué

CURSO TEOLÓGICO QUADRANGULAR 2º SEMESTRE
6ª Aula – Panorama Bíblico
Ministrada por: Pr. Jhonson
Data: 10.04.2011

No livro de Josué, Cristo é apresentado como o capitão, príncipe da nossa salvação. Josué aparece na Bíblia desde Êxodo, e ele é um tipo de figura de Jesus, porque assim como ele conquistou Canaã e colocou o povo na terra prometida, Jesus conquistou e derrotou o diabo, nos colocando no Reino dos Céus. O próprio nome de Josué tem o mesmo significado de Jesus: Jeová é salvação. Jeová em hebraico é Josué, e em grego Jesus.

Deus por muitas vezes muda o nome de pessoas na Bíblia, isso porque eles geralmente exaltavam nomes de deuses pagãos, ou também modificava devido a missão que seria confiada nas mãos de determinada pessoa. Isto aconteceu com Josué que se chamava Oséias, este nome significava “salvação”, Deus então muda para Josué, que significa “salvação de Deus”.

"Estes são os nomes dos homens que Moisés enviou a espiar aquela terra; e a Oséias, filho de Num, Moisés chamou Josué". Números 13:16.

O versículo chave do livro está em 1:11b.

"... dentro de três dias passareis este Jordão, para que entreis a possuir a terra que vos dá o SENHOR vosso Deus, para a possuirdes".

Cabe a Deus dar e cabe a nós possuir

Deus havia feito uma promessa de colocar o povo na terra de Canaã, mas Moisés havia morrido. Em momento algum Josué consultou o antigo líder morto, como prega o Espiritismo, por isso, esse livro é também um combate a essa heresia. Deus, inclusive, sempre levanta outra pessoa para continuar a obra.

O livro de Josué parte do ponto de onde Moisés parou, nele o novo líder completa a obra. Exemplo disto vemos também no Novo Testamento, quando o apóstolo Paulo é morto, a cruz que ele pregava, o Jesus salvador da humanidade, permanece até hoje, isto porque o “guia invisível” nunca morrerá.

Divisão do livro

Capítulos 1 a 12 – A conquista da terra.

Nos capítulos 1 e 2, durante a mobilização do exército, Deus diz algumas coisas importantes: 1º Firme o pé; 2º Tome a terra toda; 3ª Mexa-se; 4ª Tome a espada; 5º Entre de posse. Josué não podia se apartar do livro, mas meditar nele de dia e de noite, para que ele confiasse em Deus e não em si próprio.

Nos capítulos 3 e 5, durante a marcha para frente, Deus faz um milagre ao abrir o rio Jordão, fazendo com que os sacerdotes com a arca da aliança pusessem o pé no rio para que o povo conseguisse passar.

No capítulo 6 a queda de Jericó e nos capítulos 7 e 8 a campanha contra Ai. O pecado de Acã afetou a batalha de Josué.

Capítulos 13 a 24 – A ocupação da terra.

A partilha da terra prometida era uma declaração pela fé. Eles ainda não haviam possuído a terra, mas obtinham a promessa. O povo precisava ter a visão. A peculiaridade da aliança de Deus com Abraão era a obediência do povo de Israel.

Até o tempo do reinado de Davi, demorou para a conquista da terra por completo, pois os judeus estavam despreparados para a guerra, dependendo do tamanho do inimigo, os israelitas tremiam. Mas as grandes conquistas saíam das grandes batalhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário