16 de jun de 2011

A igreja que Jesus idealizou (Parte 1)

Por Elaine Lisbôa

Quando se olha para todas as igrejas que estão se formando com bases heréticas e antibíblicas parece impossível conseguir enxergar qual a igreja que Jesus estava idealizando quando falou com Pedro na passagem de Mateus 16:13-20. Por hora, parece até mais simples dizer as características que Cristo não adotou em seu pensamento.

É necessário o entendimento que, a igreja dita por Jesus não consistia em um templo religioso, mas à Sua noiva, ou seja, a cada cristão verdadeiro que O segue e vive o Evangelho todos os dias. Leia esta sinopse da pregação, mas procure fazer uma auto-análise, percebendo se algumas dessas características fazem parte da sua vida. Lembre-se, o tempo de reparo espiritual é hoje!


Sete tipo de Igrejas que Jesus não idealizou

1. Fria – Sem sensibilidade para as coisas espirituais;
2. Fraca – Sem crescimento, estagnada no salvamento de almas;
3. Mundana – Que vive à moda do mundo e funciona segundo o seu sistema;
4. Desunida – Que arruma confusão e dissensões;
5. Infiel – Que não cumpre as ordenanças bíblicas;
6. Sem princípios – Sem convicção de sua fé;
7. Sem liderança – Que não se sujeita a hierarquia.

Características da Igreja que Jesus idealizou

1. Que sabe sua formação
Jesus idealizou uma igreja consciente de que atravessaria maus períodos, mas que persistiria no crescimento espiritual para estar com Ele na glória. Pedro foi o primeiro a receber especificamente o chamado para formar discípulos de Cristo, mas a vida da igreja começou na cruz do Calvário, no sacrifício de morte para o pagamento pelo pecado de todo aquele que crê e se torna nova criatura.

“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que tudo se fizeram novas”. 2 Coríntios 5:17.

2. Que não é carnal
Uma Igreja nascida de novo, que nunca abandona a graça de Cristo. Que renuncia a sua vida para viver segundo o propósito do Pai. Que abre mão dos falsos prazeres do mundo, para obter uma vida santa, separada, que alegra o coração de Deus.

“O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito”.João 3:6.

“Logo, já não sou mais eu quem vive, mas Cristo vive em mim”. Gálatas 2:20a.

Se você se enquadra no perfil da igreja que Cristo não idealizou, volte para a Rocha. Jesus pagou um preço muito alto por você, foi um sacrifício de morte, de humilhação, de vergonha. Hoje Ele espera que você seja uma igreja que conhece e vive suas origens. Esteja preparado, pois Jesus breve virá para buscar a Sua verdadeira noiva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário