3 de mar de 2011

Evangélicos participarão do Carnaval 2011

EDITORIA: BRASIL

Chegou a nova moda do Carnaval: cristãos rebolando para Deus. Hoje de manhã, no programa Bom dia, São Paulo, da Rede Globo, mostrou um dos responsáveis pela organização do evento falando que pessoas de todas as religiões estariam participando da festa da carne esse ano. Queria saber qual a cruz que os crentes desta geração estão carregando para seguir a Cristo, se há cada dia se assemelham mais com o mundo.

Confira três matérias sobre o assunto.


Igreja Batista cria bloco gospel para desfilar 
no carnaval de Salvador

Fonte: Notícias Gospel | 03.03.2011

O Carnaval de Salvador todo ano apresenta novidades e, em 2011, não será diferente. A partir de sexta-feira (4), a festa considerada pagã terá a presença de um bloco formado por evangélicos. Os quase mil “foliões crentes” do Sal da Terra prometem muita exaltação com os louvores ao “Senhor Jesus”.

Pode até parecer estranho, mas os participantes, ligados à Igreja Batista Missionária da Independência, garantem que quem percorrer as ruas do Pelourinho ouvirá uma batucada bem baiana e com muita agitação. “Nosso objetivo é levar uma mensagem verdadeira de paz, que não acabará com o fim do carnaval, e esperança a todos aqueles que encontrarmos pelas vielas do Pelourinho, mostrando que vem de Jesus toda nossa alegria”, afirmou um dos organizadores, Gustavo Mercês.

No domingo pela manhã, os religiosos desfilam no circuito Dodô, na Barra-Ondina. Em vez de lança-perfume terá que haver jatos de unção para espantar os demônios que afligem os ímpios adoradores de carne que escorrem sangue e vinho pelas veias e vias da folia soteropolitana (Renato Cavallera).



Presbítero da Igreja Renascer comandará a bateria da escola de samba Mangueira durante Carnaval 2011

Fonte: Notícias Gospel | 24.02.2011

Quis o Criador abençoar o talento de Ailton André Nunes e ele acabou traçando seus passos no compasso do surdo de primeira. Ou melhor, da ‘Bateria Surdo Um’.

Foi a paixão pelo ritmo, surgida quando ainda era moleque e rolava pelo lixão do Chalé, no Morro da Mangueira, em busca de latas e papelão para fazer tambores afinados com o calor de fogueiras, que fez o hoje presbítero, (uma espécie de líder) da Igreja ‘Renascer em Cristo’, aceitar o convite do presidente Ivo Meirelles e se tornar, há pouco mais de um mês, o novo mestre de bateria da Verde e Rosa.

Contradição com a fé? Não para Ailton, percussionista profissional, 39 anos, casado, pai de duas filhas e avô de outra menina. “Sou um servo de Deus e acredito que as pessoas têm um dom. E acredito no plano de Deus para a minha vida. E faz parte passar por isso, estar à frente da bateria”, explica o maestro, que também é um dos autores do samba que homenageia Nelson Cavaquinho, enredo da escola.

Antes de aceitar conduzir a bateria que ele conhece desde menino e da qual já chegou a ser um dos diretores — na época do primo Alcir Explosão, a quem elogia o talento —, além de primeiro repique, Ailton conversou com a família e seus orientadores na igreja.

A volta à escola, entretanto, levou 8 anos para acontecer. Foi quando, diz, “tinha outro tipo de conduta e estava perdendo a família”, acabou encontrando a igreja em seu caminho. Na caminhada de lá para cá, trabalhou com música, rodou a Europa como percussionista e reencontrou amigos no Brasil. Agora, só quer saber de unir a “Família Surdo Um” em torno de um objetivo: ganhar a nota dez para a Mangueira.

“Mas e as tentações do Carnaval?”, provoco eu ao entrevistado. “Todos nós somos pecadores. Só que tem um porém: eu tenho consciência que sou pecador, mas hoje não vivo pelo pecado”, responde, sem atravessar o discurso (Fabiana Sobral).



Missionário R.R. Soares afirma: “É um vergonha para nós ainda existir pessoas que pulam carnaval”

Fonte: Notícias Gospel | 03.03.2011

Próximo da temporada do carnaval, o festival mais popular do Brasil, o missionário RR Soares escreveu hoje, “se existem pessoas que ainda pulam Carnaval, … isso deve ser encarado como vergonha nossa,” em sua mensagem diária.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O carnaval, considerado uma festa secular que ocorre anualmente no Brasil, dito ser originalmente um festival relacionado ao Cristianismo, acontecendo 40 dias antes da Páscoa terá início dia 08 de março.

Para muitos jovens, esse é um momento para sair de suas casas e participar do movimento. As Igrejas evangélicas, entretanto, dão alternativas aos jovens como acampamentos. Outras Igrejas ainda ousam participar como “um bloco evangélico,” nos desfiles.

Na época do festival, caracterizado por grandes desfiles conduzidos por escolas de samba, em que multidões assistem e seguem carros de trios elétricos pelas ruas das cidades, há um aumento brusco do consumo de bebida alcólica, e geralmente o governo distribui camisinhas e lança campanhas de conscientização para prevenir a difusão da AIDS.

O missionário RR Soares deixou claro em sua mensagem, se há os que “pulam Carnaval, prostituem-se ou fazem oferendas aos demônios,” isso deve ser encarado como “vergonha nossa.”

O missionário urge que “todo filho de Deus precisa crescer no entendimento, o qual será de grande valia para ele e toda a humanidade,” ressaltando que “a vida será melhor quando um adúltero deixar o caminho errado,” exemplificando o caso de um ladrão que se converte.

Em sua mensagem (Filipenses 1.9) “E peço isto: que a vossa caridade aumente mais e mais em ciência e em todo o conhecimento,” ele falou sobre a importância do conhecimento da Palavra.

“O conhecimento da Palavra é de suma importância. A ciência das Escrituras nos faz sábios até nas questões corriqueiras da vida.”

“Ela nos prepara para os combates contra as forças das trevas, que não somente nos atacam, mas também tentam roubar aqueles que nos foram confiados.”

E ele adverte que os Cristãos não podem esperar que os que estão “perdidos deem solução aos problemas da nação.”

“Como servos do Deus Altíssimo, … temos o poder para mudar as pessoas e, assim, gerar mudança em toda a sociedade,” disse.

Desta maneira, RR Soares encoraja os Cristãos a se esforçarem a “realizar a obra divina como deve ser feita, de pessoa em pessoa, mudaremos a nossa população.”

“Para tal, portanto, é preciso crescer na fé e no conhecimento de Deus, a fim de que o Santo Espírito nos capacite a fazer o trabalho de modo completo e perfeito.”

RR Soares conclui, mencionando que a Bíblia nos adverte que “quem recebeu e não usou os talentos será lançado fora da presença divina, para sempre, nas trevas exteriores, onde haverá choro e ranger de dentes.” Mas complementa dizendo que “os que forem fiéis serão recebidos na glória como benditos do Pai e, eternamente, estarão com o Senhor Jesus (Mateus 25.14-30).” (Renato Cavallera).

Nenhum comentário:

Postar um comentário